SINTRAJÓIAS – Sindicato dos trabalhadores nas Indústrias de Joalheria, Lapidação de Pedras Preciosas, Bijuterias, Ourivesarias, Relógios e de Profissionais de Assistência Técnica em Relojoaria do Estado de São Paulo


UMA HISTÓRIA DEDICADA AO FORTALECIMENTO DA CATEGORIA


A luta do SINTRAJÓIAS – Sindicato dos trabalhadores nas Indústrias de Joalheria, Lapidação de Pedras Preciosas, Bijuterias, Ourivesarias, Relógios e de Profissionais de Assistência Técnica em Relojoaria do Estado de São Paulo, teve início no ano de 1959, onde um pequeno número de trabalhadores, perceberam a necessidade de se organizarem e decidiram fundar uma associação, para que juntos e organizados pudessem lutar pelos direitos da categoria. Esta associação no ano de 1962, exatamente no dia 28 de abril, transformou-se em Sindicato dos Trabalhadores Joalheiros do Município de São Paulo com sede na Rua São Bento no Edifício Martinelli, onde o Sindicato dos Trabalhadores Joalheiros resumia-se em uma única mesa localizada em uma sala com diversos sindicatos que também lutavam pelos seus ideais.


No decorrer dos anos especificamente de 1962 até 1995, muitas diretorias passaram por este sindicato e escreveram suas histórias, algumas conseguiram alcançar seus objetivos e fizeram com que o Sindicato saísse de uma sala onde dividia o aluguel e adquirisse uma sede própria no bairro da Bela Vista existente até os dias de hoje.


Em 1996 assumiu a presidência do sindicato o saudoso companheiro Flavio W. Inácio de Souza, tendo como seu vice presidente o Sr. João Sena, que sempre tiveram como objetivo principal dar continuidade à idéia inicial de organizar categoria e lutar pelos direitos dos trabalhadores, sem dúvidas, esta aliança na diretoria e a soma de competências levou a maximização de resultados, nesta gestão, ampliaram a sede do Sindicato, montaram Escolas de Formação Profissional, a primeira com início em uma sala improvisada na própria sede, e que hoje, está localizada em um prédio na Rua Abolição no centro de São Paulo, e outra, no município de Limeira, conquistaram a extensão de base de representação, que até então, o sindicato representava somente o município de São Paulo e hoje representa todo o Estado de São Paulo, com sede própria também nos municípios de Limeira e em São José do Rio Preto, reformaram colônia de Férias localizada no município de Praia Grande com capacidade de hospedagem para mais de 100 trabalhadores, formalizaram Convenções Coletivas de Trabalho, registradas e reconhecida pelo antigo Ministério do Trabalho e Emprego, onde consta as principais conquistas de toda a categoria, pois é neste documento, que temos garantidos tudo que há de mais valioso na história desta entidade, os direitos dos trabalhadores e percentuais de reajuste acima da inflação, garantindo desta forma aumentos reais jamais obtidos na historia deste sindicato.


Durante cinco anos de “1998 à 2003” desenvolvemos um trabalho social importante através da escola de formação, dando cursos de qualificação e requalificação profissional para menores infratores da Febem e ajudando associações de bairros a desenvolverem o mesmo trabalho para as suas comunidades. Em janeiro de 2019, em meio ao cenário turbulento que vinha passando as entidades sindicais, pós reforma Trabalhista, onde foram retirados diversos direitos dos trabalhadores, e houve o efetivo enfraquecimento das ações sindicais, assume a presidência do sindicato o Sr. João Sena, em decorrência do falecimento do companheiro Flávio.


O presidente João Sena assume a direção da entidade diante de um cenário devastador,naquele momento víamos entidades de classe (sindicatos de trabalhadores), existente a anos, fechando as portas, um governo totalmente contra as pautas trabalhistas, retirando direitos conquistados a anos, alguns até constitucionais, o sindicato Patronal de joias com irregularidades impedindo o SINTRAJOIAS de formalizar a Convenção Coletiva, um grande desafio a ser encarado, com competência o presidente João Sena começa desenvolver um trabalho junto as empresas do setor, formalizando acordos coletivos de trabalho, buscando minimizar os impactos dos direitos que foram retirados e da ausência de convenção coletiva no setor de joias.


Hoje o SINTRAJÓIAS representa 60 mil trabalhadores em todo o Estado de São Paulo, é filiado a Federação Nacional dos Trabalhadores Joalheiros, também presidida pelo Sr. João Sena, buscando melhores condições de vida e benefícios para todos os trabalhadores da categoria no Brasil

Parceiros:

Sede Central :
Rua Jardim Francisco Marcos, 44
Bela Vista - São Paulo - CEP: 01319-050


(11) 3106-9122


contato@sintrajoias.com.br